P R
Portale Romanista
Uma Fe' Que Nunca Tem Fim
ANO XIV
ROMA
CULT
ULTRAS
2018/19
TOTTI
BLOG
News Aquilani pendura as chuteiras (238)Gerson está de partida (200)O primeiro golpe do novo diretor Petrachi (203)Roma parada pelas traves, a Champions é uma miragem (253)A Roma bate a Juve e mantém viva a esperança Champions (257)Romero nos acréscimos afunda a Champions giallorossa (403)Tudo fácil para a Roma: tris no Cagliari e quarta posição (370)El Shaarawy não é suficiente para Roma (327)Dzeko mantém viva as esperanças Champions (301)De Rossi decisivo, grande golpe Champions (418)
P R Alcatéia
ciao, visitante

Login:
Password:

login

Total Online: 1
Visitantes: 1
Membros: 0
P R Fellas Brasil
P R Últimos Tópicos
Boteco Giallorosso
LENDAS DO PR
Nainggolan
Ei?
Kovacic
P R Blog
P R Tirinhas
P R Portaland
P R Store
P R Sondagem
Porque a Roma não evolui
Total de enquetes: 12
Serie A: A Roma bate a Juve e mantém viva a esperança Champions
Postado por: lupulus 12/05/2019 às 21:58
ROMA - Roma vence no Olímpico na última desse domingo da 36ª rodada da Serie A, respondendo Atalanta, Milan e Torino, permanecendo ainda na disputa por um lugar na Liga dos Campeões. A 180 minutos do final da temporada, os giallorossi colocaram o Milan de volta nos 62 pontos e se posicionam a apenas um ponto atrás da Inter (que tem que jogar amanhã com o Chievo em casa), permanecendo nos rastros da Atalanta, que ainda está a três de distância. Os próximos compromissos para a equipe de Ranieri são o Sassuolo fora e o Parma em casa.

Últimos 180 minutos de fogo

Para a Roma, no entanto, não será suficiente vencer os próximos jogos para garantir um lugar na Champions, porque já na próxima rodada, deverá torcer para a Juventus, batida nessa noite (os bianconeri receberão a Atalanta em casa), e esperar que o Milan perca pontos no caminho  visto que no momento, a igualdade em pontos, os confrontos diretos favorecem a equipe de Gattuso. Diferente o discurso em caso de derrota em um ou mesmo ambos próximos compromissos, com Torino e Lazio, atrás da Roma respectivamente por dois e quatro pontos, que valem pelo menos um lugar na Liga Europa.

Juve esbarra no Mirante 

Um bom primeiro tempo no Olímpico com a Juventus, que imediatamente tenta impor seu próprio ritmo na partida. Aos 7 minutos contrapé bianconero com Emre Çan que entra na área e serve na segunda trave Cuadrado, o colombiano chuta colocado e consciente, mas Mirante voa para desviar para escanteio e salvar a Roma. O goleiro giallorosso se supera 10 minutos mais tarde, quando Dybala, na área depois de assistência de Ronaldo, chuta na segunda trave para encontrar a resposta retumbante do goleiro da casa. Aos 19’ é a  Juventus a estremecer quando Pellegrini, de dentro de direita, surpreende Szczesny, porém a bola resvala o travessão. Na meia hora de jogo se renova o duelo entre Dybala e Mirante com o argentino que desta vez vê seu arremate dos 11 metros ser desviado para a trave.

Florenzi-Dzeko e Roma Vai

A Roma regressa aos gramados com menos receios do que a primeira parte e começa a mostrar-se de forma consistente nos últimos 30 metros dos ‘bianconeri”. Aos 65 minutos, no entretanto, a equipe de Ranieri é surpreendida por um contra-ataque de Ronaldo, mas o gol do português foi anulado por impedimento (milímétrico). Dois minutos depois, com o pé, Mirante salva o chute de Emre Çan, enquanto no lado oposto El Shaarawy empenha Szczesny da entrada da área. O tempo passa, Allegri caminha nervosamente na área técnica, porque vê uma atitude de renúncia por parte da sua equipe e aos 79’ uma bela triangulação no limite da área entre Florenzi e Dzeko que permite  ao capitão giallorosso (que não marca desde 3 de novembro passado) apareçer na frente em Szczesny e e marcar com uma cavadinha. Em plenos acréscimos, a Roma amplia em contra-ataque com o recém entrado Under que serve Dzeko na área, e de chapa o jogador bósnio faz Szczesny erguer a bandeira branca pela segunda vez. Agora cabeça no Sassuolo esperando haver boas noticias do Allianz Stadium.

ROMA 2-0 JUVENTUS (0-0)

ROMA (4-3-3): Mirante; Florenzi, Manolas, Fazio, Kolarov; Pellegrini (21'st Cristante), N'Zonzi, Zaniolo; Kluivert (33'st Under), Dzeko, El Shaarawy. A disp.: Coric, De Rossi, Fuzato, Jesus, Karsdorp, Marcano, Olsen, Pastore, Perotti, Schick. Técnico: Ranieri.
JUVENTUS (4-3-3): Szczesny; De Sciglio (40'st Cancelo), Caceres, Chiellini, Spinazzola; Can, Pjanic (26'st Bentancur), Matuidi (39'st Alex Sandro); Cuadrado, Dybala, Ronaldo. A disp.: Barzagli, Bentancur, Del Favero, Kastanos, Nicolussi, Pereira, Pinsoglio. Técnico: Allegri.
ARBITRO: Massa di Imperia.
GOLS: 34'st Florenzi (R), 45+3'st Dzeko (R).
NOTAS: Cartões Dzeko, Kolarov (R); Çan (J). Acréscimos: 0'pt, 3'st
Fonte: Antonio Farinola (La Repubblica)
P R Avalie
Portale Romanista Brasil © 2004
uCoz